Casos de uso do Tainacan

O Tainacan é desenvolvido pelo Laboratório de Inteligência de Redes da Universidade de Brasília, com apoio da Universidade Federal de Goiás, Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia e do Instituto Brasileiro de Museus.

Apresentamos aqui algumas das instituições que já estão utilizando o Tainacan e seus respectivos acervos. Se você quer apresentar seu projeto nesta lista, não hesite em entrar em contato.


Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM)

O Projeto Tainacan é fruto de iniciativa que promove os fundamentos de uma política nacional para acervos digitais (arquivos, bibliotecas e museus), e constitui a mais nova etapa do Programa Acervo em Rede, do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Um de seus produtos, a “Plataforma de Catalogação e Difusão de Acervo Museológico”, está em implementação pelo Ibram em seus museus e é objeto de uma parceria com a Universidade Federal de Goiás (UFG).


Instituições de ensino

Atualmente o Tainacan é utilizado por mais de 20 instituições de ensino, dentre elas Universidades Federais, Universidades Estaduais, Universidades Municipais e Instituições de ensino privadas.


Instituições privadas e terceiro setor

O Tainacan também foi adotado por diversas instituições privadas e do terceiro setor para a publicação de seus acervos digitais. 


Explore diferentes tipos de acervo:

Cada vez mais o Tainacan se faz presente na realidade das instituições detentoras de acervo. Desta forma apresentamos aqui as diferentes temáticas de acervos disponíveis com o Tainacan:


Distribuição das instituições por estado